Skip to main content

Sistemas na nuvem: aliados no fortalecimento da segurança dos dados

By 22 de dezembro de 2021julho 14th, 2022Acessos e SSO, Segurança da Informação

As soluções na cloud ou sistema na nuvem se apresenta como uma solução fundamental para empresas que desejam não otimizar seu acesso aos dados e protegê-los melhor.

Em matéria realizada pela Affde que cita o Gartner, estima-se que até o final de 2021, três quartos das organizações pretendem aumentar seus gastos com a computação na nuvem. O levantamento também projeta que até 2025 o mercado de nuvem valerá mais de US$ 750 bilhões.

Se considerarmos a pandemia da Covid-19, que fez com que muitas empresas adotassem a transformação digital como a única forma possível de sobrevivência e de funcionamento, essa expectativa se mostra ainda mais reveladora. Não é à toa que nesse cenário muitas delas adotaram o regime de trabalho remoto e home office.

Em resumo, os sistemas em nuvem colaboram para fazer a segurança dos dados. Neste conteúdo, abordamos melhor essa temática. Vem conferir!

O que é controle de acesso?

O que é, afinal, controle de acesso? Basicamente, é o mecanismo pelo qual se busca limitar o acesso a determinado ambiente, como um sistema na nuvem. Com isso, garante-se o sigilo dos dados e recursos que estão presentes nesse espaço. 

É a forma pela qual a equipe de tecnologia da informação não autoriza o acesso de determinadas pessoas a um ambiente em nuvem. No entanto, esse acesso pode ocorrer, mas de forma limitada.

O principal motivo pelo qual é fundamental controlar o acesso a sistemas em nuvem é o sigilo dos dados.

No dia a dia, a empresa produz e coleta uma grande quantidade de informações que não podem ser vazadas e que necessitam, portanto, de maior proteção. É o caso das informações pessoais dos clientes.

Na hipótese de essas informações serem vazadas, a organização pode ser penalizada pelos órgãos competentes, sobretudo após a entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD.

A LGPD prevê a aplicação de multa a empresas que descumprirem suas orientações em relação à proteção aos dados de pessoas físicas e jurídicas. Com isso, elas podem se prejudicar financeiramente e ter seu funcionamento afetado.

O controle de acesso a sistemas na nuvem permite ao gestor de TI monitorar a entrada e saída dos usuários na rede, sejam estes colaboradores, fornecedores ou clientes, se for o caso. Assim, qualquer atividade suspeita poderá ser identificada rapidamente.

Ainda se pode destacar que a segurança de acesso a sistemas em nuvem é um mecanismo que possibilita manter a integridade dos recursos e da infraestrutura de TI da empresa. Dessa forma, reduz-se o risco de a empresa ter seu funcionamento prejudicado.

Diferenciais oferecidos pelos sistemas em nuvem para fortalecer a segurança dos dados

A seguir, apontamos os principais diferenciais oferecidos pelos sistemas em nuvem para segurança dos dados:

Segurança dos dados com acesso único a sistemas na nuvem

A proteção de dados é fundamental não apenas para preservar a integridade das informações e recursos da empresa, mas também para que cresça de forma segura.

Ao adotar a cloud computing, o gestor da organização pode integrar essa tecnologia com outras soluções capazes de oferecer mais segurança para os seus dados em nuvem. É o caso do Single Sign-On ou SSO. Trata-se de uma ferramenta que permite o acesso a sistemas em nuvem usando um único login e senha.

O profissional com acesso autorizado a determinadas aplicações em nuvem não precisa criar várias senhas para acessá-las, afinal normalmente, cada sistema em nuvem exige uma identificação própria.

Com o SSO, é possível usar a mesma senha para acessar, de forma segura e ágil, diversos sistemas em nuvem. Assim, o profissional autorizado não corre o risco de perder as senhas, o que pode colocar os sistemas da empresa em perigo.

O SSO reduz os riscos de um invasor interceptar as senhas do profissional por meio de recurso próprio, como um keylogger, o qual pode trazer sérias consequências para a empresa, como o vazamento de dados sigilosos.

Ao usar o SSO, a organização tanto protege seus dados como também melhora a experiência dos públicos que têm autorização para acessar os sistemas. Afinal, eles não precisarão decorar ou anotar várias senhas para acessar as tecnologias em nuvem.

Eficiência na gestão de identidades

Os sistemas em nuvem, desde que integrados com as soluções certas de acesso, como é o caso do SSO, permitem realizar uma gestão eficiente das identidades.

Com a gestão de identidades, o gestor de cada área pode disponibilizar o acesso a determinados sistemas e definir o horário para acessá-los, por exemplo, apenas durante o horário de trabalho. Isso com base no perfil do profissional.

Esse é apenas um dos benefícios oferecidos pela gestão de identidades. O seu principal objetivo é integrar os sistemas na nuvem de acordo com os níveis de acessos permitidos para cada público.

Não há dúvidas de que os sistemas na nuvem podem colaborar para a proteção dos dados de uma empresa. Para que isso seja alcançado, contar com soluções integradas é fundamental, sendo o SSO uma ótima decisão.

A tecnologia não apenas facilita a gestão de acessos, como também otimiza senhas e logins. Gostou deste conteúdo? Para ter acesso a mais posts como este, acompanhe as publicações em nosso blog.