Skip to main content

Garanta a segurança dos dados no acesso remoto

Garanta a segurança dos dados no acesso remoto

Quer garantir a segurança dos dados da empresa no home office? Então leia esse artigo e saiba como

A pandemia do Coronavírus demandou uma série de adaptações para que as empresas garantissem a saúde e a segurança de seus colaboradores, clientes e parceiros. Para não deixar os negócios pararem, muitas empresas instituíram a prática do home office, sendo que muitas não tinham esse tipo de trabalho em sua cultura.

Para essas empresas, apareceu uma nova preocupação: como cuidar da segurança dos dados fora do ambiente corporativo? E mesmo para as empresas que já tinham colaboradores com home office, como cuidar da segurança dos dados com toda a equipe fora da empresa?

Neste cenário a proteção dos dispositivos é essencial, já que esta é a primeira barreira de proteção. O fornecimento de acessos seguros aos sistemas da empresa, por exemplo, também é fundamental, pois impõe criptografia e realiza o controle de acesso aos dados e sistemas.

Como adotar home office de maneira segura?

O primeiro procedimento para estabelecer trabalho remoto de forma segura é avaliando as políticas de segurança da empresa. Esse conteúdo precisa deixar claro quem são os responsáveis pelas informações geradas e quem tem acesso.

Empresas que não estabelecem esse tipo de protocolo tendem a passar por dores de cabeça, caso haja algum problema de vazamento de dados.

Segurança dos dados

Como muitas empresas e colaboradores lidam com dados confidenciais e sensíveis para as operações empresariais, é importante estabelecer junto ao funcionário o dever da responsabilidade e confidencialidade.

Além dessa conscientização, já existem soluções que auxiliam as empresas na concessão, controle e revogação de acessos e acompanhamento de relatórios em tempo real. Uma boa gestão de identidades traz agilidade e confiabilidade nos acessos gerados.

Segurança dos dispositivos

O monitoramento do acesso remoto às redes, acompanhando o tráfego dos dispositivos utilizados também é um procedimento fundamental para ampliar a segurança da informação.

Ações de prevenção

O coordenador de operações da E-TRUST, André Zottis, listou algumas ações para a prevenção no acesso remoto:

• Se for disponibilizado, sempre utilizar o notebook corporativo quando for trabalhar em casa e não usar este equipamento de trabalho para atividades pessoais;
• Utilizar uma rede Wi-Fi segura e não desconhecidas;
• Utilizar conexões seguras por meio de VPN;
• O sistema operacional e aplicativos instalados na estação de trabalho devem estar atualizados, a fim de evitar vulnerabilidades;
• Todos os dispositivos utilizados devem ter um anti malware instalado e atualizado;
• Evitar o uso de mídias removíveis (pen drive, hd externo);
• Fazer backup sempre que possível;
• Tomar cuidado extra com spam e phishing;
• Se possível, utilizar criptografia na estação de trabalho. Caso não exista, definir uma política para o trabalho Home Office.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre Gestão de Identidades e Acessos? Então clique aqui e confira o artigo “O que é Gestão de Identidades e Acessos (IAM) – Parte I.

E para você que quer saber quais erros não cometer no processo de adequação à LGPD, leia: 6 erros mais comuns no processo de adequação à LGPD.