Skip to main content

4 perguntas e respostas sobre a Gerenciamento de Identidades e Acessos (IAM)

Hoje uma solução de Gerenciamento de Identidades e Acessos (IAM ) é indispensável para qualquer empresa independente do seu tamanho ou segmento. Muito além do que garantir a segurança e proteger os dados, permite gerenciar uma identidade digital, modificá-la e monitorá-la ao longo do ciclo de vida de acesso de cada usuário ou dispositivo.

Entretanto, é justamente a amplitude das aplicações e benefícios que, muitas vezes, confundem as pessoas. Isso acontece, especialmente, entre as empresas que precisam desse tipo de produto, mas ficam com dúvidas que na maioria das vezes não são respondidas, de como é e como implementá-lo, por exemplo.

Pensando nisso, neste artigo separamos 4 perguntas e as respostas para as dúvidas que envolvem essa solução. O nosso objetivo é  desmistificar dúvidas persistentes, que podem estar fazendo com que você perca grandes oportunidades sobre a gestão de identidades e acessos. Continue lendo!

Por que o Gerenciamento de Identidades e Acessos é tão importante para as empresas?

Como dito, o IAM auxilia na proteção e segurança de dados prevenindo ataques, fraudes e bloqueando acessos a usuários não autorizados. Assim podemos dizer que uma solução de gestão de identidades e acesso, controla e rastreia a atividade de cada usuário nos sistemas da empresa.

Todo esse gerenciamento é supervisionado e controlado para que, em caso de falhas, seja possível identificar onde e como surgiram.

Não podemos esquecer também que o IAM precisa se conectar em todas as partes do negócio, além do departamento de TI, como é o caso do departamentos de RH, operações, jurídico, marketing e por aí vai.

Cabe também destacar os outros benefícios que são:

  • Redução na complexidade de acesso;
  • Hierarquização de permissões com prazos definidos;
  • Automatização das permissões de conta;
  • Monitorar acesso com ênfase em equipes remotas;
  • Categorização de todas as identidades;
  • Emissão de relatórios;
  • Cancelamento automático dos acessos ao final dos contratos.

Quais os tipos de empresas que precisam de Gerenciamento de Identidades e Acessos?

Essa é uma das perguntas mais comuns sobre Gestão de Identidade e Acessos e a resposta é: não existe um tipo específico de empresa para utilizar esta solução, mas é extremamente recomendável independente do segmento em questão.

Varejistas e bancos são apenas algumas das empresas que podem ser beneficiadas com uma solução de IAM. No entanto, qualquer empreendimento que lida com dados sensíveis  ou pessoais é elegível ao uso desse tipo de sistema.

Além disso, se a empresa tem uma operação na internet, é quase indiscutível, visto que cada vez mais, os criminosos estão se sofisticando em seus ataques e fraudes, exigindo das empresas o máximo de agilidade nos  processos de verificação.

Como a Gestão de Identidades contribui para adequação com a LGPD?

É assustador pensar que a sua empresa pode entrar na lista de companhias punidas por desrespeitarem as regras da LGPD, não é?

Se você fizer uma uma breve pesquisa no Google, você vai notar que é quase impossível dissociar o gerenciamento de identidade e acessos da LGPD.

Em resumo, a LGPD busca dar mais transparência e segurança ao tratamento de dados dos usuários. O fato é que ter o suporte de uma solução de IAM é um diferencial para as organizações que querem estar em conformidade, pois a partir daí, a  empresa consegue administrar de forma plena e segura as informações referentes aos usuários nas plataformas operacionais.

Na prática, a gestão de identidade assegura que os dados pertencem a um usuário idôneo, permitindo que somente pessoas autorizadas e pelo período necessário possuam direitos de acesso aos dados sensíveis tratados pela organização, garantindo conformidade com as principais leis de proteção de dados, como LGPD e GDPR.

Inclusive, no art. 46 da lei geral de proteção de dados é determinado que “Os agentes de tratamento devem adotar medidas de segurança, técnicas e administrativas aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados […]”. 

Você sabia que para atender este requisito da lei é fundamental ter uma solução de Gestão de Identidades e Acessos?

Outro ponto importante é que além da falta de cuidados seja catastrófica para qualquer empresa, pode acontecer de impactar na imagem da companhia perante à sociedade ou, então, gerar outros prejuízos que poderão surgir se a empresa não priorizar a gestão de identidade e acesso.

Como começar a implantar a Gerenciamento de Identidades e Acessos?

A adoção do gerenciamento de identidade requer um planejamento prévio para garantir o melhor desempenho possível.  Quais as necessidades de negócio? Que funcionalidades são desejáveis?

A partir dessas e outras informações, se inicia o projeto. Entretanto, ainda existem muitos gestores que ignoram ou subestimam essa etapa e arriscam na hora de implantar o projeto, ficando diante de situações estressantes e catastróficas.

Para começar a implantação de um projeto de gerenciamento de identidade é importante olhar para os seguintes aspectos:

  • Definir uma lista de sistemas que precisam ser conectados;
  • Definir as bases autoritativas;
  • Verificar a necessidade de redesenho de perfis
  • Estruturar cargos
  • Definir as funcionalidades técnicas e entre outros.

A implantação de Gestão de Identidades não é nenhum bicho de sete cabeças, acredite. Ainda é possível encontrar algumas empresas que estão tentando fazer seu próprio sistema de controle de identidade de maneira manual e hoje não migram para as novas tecnologias com medo de perder a funcionalidade. Felizmente, a maioria das ferramentas disponíveis no mercado, como o HORACIUS IAM da E-TRUST,  atendem às principais necessidades dos mais variados segmentos.

Nosso guia para tirar as principais dúvidas fica por aqui. Mas, não deixe de entender mais sobre essa solução indispensável que garante segurança e produtividade para as empresas. Aproveite para compartilhar esse artigo com outros gerentes e faça download gratuito do eBook Gestão de Identidade e LGPD.