Skip to main content

Implemente a Gestão de Identidades e Acesso sem erros

By 27 de setembro de 2022janeiro 26th, 2024Acessos e SSO, Gestão de Identidade

Artigo Implemente a Gestão de Identidades e Acesso sem erros

Implantar o Gerenciamento de identidades e acessos em uma organização não somente expande a proteção dos dados, como também, rastreia e controla todo o ciclo de  atividades de cada usuário nos sistemas da empresa.

Você sabia que a maior parte dos incidentes de segurança que acontecem nas empresas são os próprios colaboradores os responsáveis? De acordo com o relatório da Kaspersky Lab, em 40% das empresas em todo o mundo os ex- colaboradores e atuais colaboradores são a principal fonte de incidentes ao nível da segurança de TI.

Ao entender isso, muitas organizações até reconhecem a importância de implantar o Gestão de Identidade e Acesso. Contudo, ainda é muito comum encontrar empresas que ignoram a sua grande relevância para o desenvolvimento da organização, seja pela falta de planejamento, pouco entendimento do negócio ou qualquer outro motivo. Logo, permitem que a insegurança continue a existir.

Para saber mais sobre como começar a implantar o Gerenciamento de Identidades e Acessos e trazer mais segurança para o ambiente corporativo, continue a leitura!

Quais são as funcionalidades de um Gerenciamento de identidades e acessos?

Primeiro, saiba que o Gerenciamento de Identidades e Acessos consiste na maneira como a relação de indivíduos e sistemas de uma corporação é organizada. Isto é, a interação da empresa e o acesso aos dados que ocorre por diferentes níveis de relação empresarial, de estagiários até o CEO.

Então, para trazer mais segurança, é preciso que seja administrado o perfil de cada pessoa individualmente. Isso independe do nível hierárquico ocupado na empresa ou até mesmo do período que a relação com a empresa ocorreu.  Veja agora algumas das funcionalidades: 

Governança e Administração de Identidades

As identidades e os acessos aos sistemas da empresa precisam ser adequadamente organizados para garantir o maior controle nesse processo. Assim, algumas operações são:

  • Definição de processos de solicitação, aprovação, revisão dos direitos e acesso;
  • Definição de responsabilidades e papéis;
  • Definição de regras de automação para os processos;
  • Categorização das identidades
  • Inventário de identidades, perfil de acesso e sistemas.

Autenticação centralizada

A autenticação centralizada é útil para diminuir os processos e facilitar o gerenciamento de identidades. Desse modo, usuários utilizam o mesmo login e senha.

Auditoria automatizada

Para elevar a segurança na empresa, é importante que os ex-colaboradores tenham o acesso desativado ou removido. Assim, essa solução pode autorizar o acesso efetivo apenas para o público aprovado e configurado no sistema. E ainda, a auditoria automatizada consegue analisar automaticamente quem não foi aprovado no sistema e iniciar a remoção.

Provisionamento automático

Outra funcionalidade de automação é o provisionamento, que realiza uma série de operações para criar ou suspender contas de usuário automaticamente e conceder acessos permitidos, entre eles:

  • Troca de senha;
  • Criação, alteração e remoção de conta dos usuários;
  • Consulta de perfis, contas e direitos associados a ela;
  • Bloqueio e desbloqueio de perfis;
  • Associação e dissociação de uma conta a um direito de acesso;
  • Cadastro e atualização de dados das pessoas nos catálogos do sistema.

Portal de Autosserviços

Ao fornecer aos usuários da empresa o portal de autosserviços, eles conseguem ter mais autonomia no acesso do sistema. Entre as atividades que podem ser executadas com esse recurso, existem:

  • Administrar a identidade;
  • Acompanhar o andamento de solicitações; 
  • Solicitar novos acessos ao sistema;
  • Ver a relação dos direitos de acesso; 

Como implantar o Gerenciamento de identidades e acessos?

Embora os processos de implementação do IAM, na maioria das vezes sejam complexos, são extremamente necessários.

Agora que você entendeu quais são as funcionalidades envolvidas em uma solução de  gestão de identidade. Acompanhe algumas das etapas essenciais para tornar a implantação desse gerenciamento adequada!

Defina os sistemas

Esse é o momento de conhecer bem a empresa. Isso porque é necessário descobrir qual é o sistema utilizado pela corporação e como ele suporta os processos realizados.

Além dessa informação, também é importante conhecer funcionalidades, limitações técnicas, objetos, transações, perfis, como estruturar os usuários e muito mais. Esse diagnóstico é importante para uma implantação mais adequada.

Estabeleça as bases autoritárias

É preciso mapear quais são as relações envolvidas no sistema da empresa, que podem envolver colaboradores, prestadores de serviços, profissionais temporários e etc. Ao estabelecer o público que fará parte da gestão de identificação, é preciso que políticas internas dos recursos humanos autorizem esse procedimento para iniciar a coleta de dados.

Organize os cargos

Conforme mencionado, a gestão de identificação é necessária seja qual for o cargo ou o nível hierárquico das relações empresariais. No entanto, ao efetuar o gerenciamento de identidade e acesso, é preciso considerar os cargos dos envolvidos e as funções. Desse modo, é possível haver mais organização na estrutura e facilidade de implementação.

Desenvolva pacotes de acesso conforme a função

Trata-se da criação de pacotes que possibilitem o acesso do sistema pelos usuários com menos interferência do gerenciador de identidades. Isto é, ele passa a receber uma quantidade menor de solicitações para aprovação e desaprovação, por exemplo. E ainda, além de desenvolver esse tipo de pacote, defina quais são os gestores, aprovadores, executores e os normativos.

Analise a possibilidade de redesenhar perfis

Os perfis de acesso ao sistema podem não aderir totalmente ao gerenciamento de identidade. Nesse caso, é necessário avaliar o contexto atual para decidir se é válido redesenhar perfis para otimizar o gerenciamento. Além disso, é recomendado que o redesenho dos perfis ocorra alinhado com o controle interno e as áreas de risco da empresa.

Conseguiu tirar suas principais dúvidas sobre como implantar o Gerenciamento de identidades e acessos? Como visto, é importante realizar um planejamento e conhecer bem o contexto da empresa. 

Quer aproveitar a visita para conhecer outros conteúdos relevantes? Assine a nossa newsletter e fique por dentro.