Skip to main content

Ataques cibernéticos: a importância de DevSecOps para a segurança das empresas

By 2 de fevereiro de 2023maio 26th, 2023Gestão de Identidade, Segurança da Informação

Artigo Ataques cibernéticos: a importância de DevSecOps para a segurança das empresas

A segurança deve ser uma das principais preocupações das empresas na era digital. Isso porque, o roubo e vazamento de dados cresce exponencialmente no país. Segundo estudo da Fortinet, só no primeiro trimestre de 2022, foram mais de 31 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos à empresas. Esse número é 94% maior em comparação ao ano anterior. Nesse sentido, um dos fatores determinantes na evolução de um negócio é a integração de segurança no desenvolvimento de software através de práticas de DevSecOps.

Nesse artigo, você entenderá quais os principais tipos de ataques cibernéticos à empresas, qual a importância das práticas de DevSecOps e os benefícios para a segurança do seu negócio.

O que são ataques cibernéticos?

Ataques cibernéticos são tentativas de acesso não autorizado a sistemas de terceiros. Essas invasões tem como objetivo roubar, modificar, controlar ou destruir dados. Os ataques virtuais acontecem a partir do acesso de hackers a vulnerabilidades do sistema ou da tentativa maliciosa de acesso a informações confidenciais através de golpes.

Ataques cibernéticos em empresas

A quantidade de ataques cibernéticos no Brasil cresce exponencialmente, o que gera uma preocupação das empresas sobre a segurança de seus dados. Segundo Dino Schwingel, CEO da E-TRUST, a posição do Brasil como segundo país que mais sofre ataques cibernéticos no mundo é um alerta para a importância de priorizar uma cultura de segurança de dados.

“As empresas precisam ter um controle adequado de acesso, para isso, o primeiro passo é identificar os dados sensíveis, saber onde estão armazenados e quem pode ter acesso a eles. Além disso, é necessário ter políticas internas de segurança, conscientizar colaboradores e investir em práticas e ferramentas,” destaca Schwingel. Nesse sentido, ao implementar uma cultura de segurança e prevenção com práticas DevSecOps e um sistema de gestão de acessos e identidades, por exemplo, a empresa diminui a vulnerabilidade e aumenta a segurança contra ataques.

Quais são os principais tipos de ataques cibernéticos à empresas?

Os ataques cibernéticos podem acontecer de diversas formas. Conheça abaixo os principais tipos e as consequências que eles podem gerar para sua empresa:

Ransomware

É um tipo de ataque virtual que criptografa os dados de um sistema e impede que eles sejam acessados. Esse tipo de ataque, também conhecido como sequestro digital, interrompe o acesso e exige um valor de resgate para a devolução do sistema à empresa. Existem diversos tipos de Ransomware, alguns mais simples e outros extremamente complexos de serem removidos, logo, a solução mais eficaz é a prevenção.

DDoS Attack

O ataque de Negação Distribuída de Serviço (DDoS) sobrecarrega as atividades do servidor intencionalmente para afetar a sua disponibilidade aos usuários finais. Esse tipo de ataque cibernético gera grandes quantidades de solicitações de diferentes origens para tornar a utilização de aplicativos ou plataformas lentas ou indisponíveis.  Técnicas de proteção e acompanhamento do sistema podem mitigar o acesso de hackers a esse tipo de ataque.

Zero Day

Esse tipo de invasão é feita a partir de uma brecha de segurança que atinge o software. A vulnerabilidade identificada pelo hacker é desconhecida pelo desenvolvedor, que tem “zero dias” para corrigir o problema e impedir a exploração dessa falha. Por outro lado, essa vulnerabilidade pode ser identificada por um especialista de segurança ou pelo usuário e corrigida pelo desenvolvedor, mas ainda pode ser explorada até que o usuário faça a atualização.

A importância de DevSecOps no Desenvolvimento de Software

O Ciclo de Vida de Desenvolvimento de Software (SDLC) é um processo que orienta as equipes de TI com objetivo de minimizar erros, garantir o alinhamento com o projeto e reduzir custos. Por isso, é importante garantir que a segurança esteja integrada com o desenvolvimento para que a aplicação seja entregue de maneira consistente e evitar custos extras.

Em métodos convencionais de desenvolvimento de software, a identificação de falhas de segurança acontece apenas no final do processo. Por outro lado, com as práticas de DevSecOps, o sistema é testado durante todo o ciclo. Dessa maneira, implementar uma cultura DevSecOps ajuda as equipes a lidarem com problemas de segurança de maneira eficiente, a cumprirem cronogramas rigorosos e realizarem atualizações rápidas de software.

Como DevSecOps pode ajudar na prevenção de ataques cibernéticos?

O investimento em prevenção é um dos principais fatores que determinam a segurança de uma empresa, assim como a inclusão ferramentas e processos mais seguros através da automação e do acompanhamento contínuo. Nesse sentido, as práticas de DevSecOps são extremamente importantes durante o processo de desenvolvimento de software. Conheça abaixo alguns benefícios que DevSecOps traz e como eles podem  ajudar na prevenção contra ataques cibernéticos:

Detecção de falhas com antecedência

A verificação de vulnerabilidades em cada etapa do processo garante maior controle de segurança durante o desenvolvimento. Essa prática ajuda a detectar erros em etapas iniciais, o que diminui o custo e o tempo para corrigir as falhas, além da mitigação de vulnerabilidades futuras. Dessa forma, entrega uma melhor experiência ao usuário final, que não terá o sistema interrompido constantemente para atualizações.

Otimização do tempo e rapidez na entrega

A realização de testes automatizados trazem velocidade e eficiência ao processo. Isso porque, evita erros humanos e que a avaliação de segurança seja um gargalo na produção. A colaboração e a sugestão de atualizações do código também auxilia na velocidade da entrega. Todos esses fatores proporcionam velocidade e segurança ao processo.

Garantia de conformidade regulatória

A adoção de práticas e tecnologias profissionais de segurança é uma das práticas de DevSecOps que garantem a conformidade regulatória no desenvolvimento. Esses requisitos de segurança podem ser automatizados, o que gera um padrão de proteção e segurança dos dados do sistema.

Criação de cultura de segurança

A utilização constante das práticas de DevSecOps gera uma cultura de segurança nas equipes e incentiva a proatividade na detecção de falhas de segurança no código. Nesse sentido, o processo de implementação, quando consolidado, colabora para o desenvolvimento rápido e seguro das aplicações.

Desenvolvimento de inovação com segurança

Um outro fator determinante é a colaboração e a flexibilidade entre equipes de desenvolvimento, operações e segurança. Esse compartilhamento dos processos e das ferramentas geram melhorias e inovações aliadas às recomendações de segurança seguidas. Assim, agregam valor e confiança nas entregas.

Todos esses componentes de DevSecOps garantem mais segurança aos projetos da empresa. Nesse sentido, evitam imprevistos, organizam e otimizam os processos com velocidade e segurança, o que gera produtos consistentes aos clientes e usuários. Assim como, reduz prejuízos financeiros e  atrasos nas entregas.

Ficou interessado e quer saber as melhores práticas de segurança para proteger a sua empresa contra vazamentos? Participe do nosso webinar sobre DevSecOps e descubra como minimizar os riscos de ataques cibernéticos. Inscreva-se e garanta sua vaga! 

Aproveite para ler também: